fbpx

Cidades próximas a Cracóvia para um bate-volta: conheça três destinos incríveis!

por Camila Costa 31.março.2019 Atualizado em 15/04/2019
cidades-proximas-a-cracovia

A Polônia é um país a ser explorado, principalmente porque os trens e ônibus funcionam bem no país! Então, vamos falar de algumas cidades próximas a Cracóvia para você conhecer.

Assim, como a base é a Cracóvia, você poderá conhecer desde a capital do país, Varsóvia, até pontos mais altos, como Zakopane, com isso, você pode aproveitar e conhecer um pouco de cada ponto.

Logo, se está em busca de cidades próximas a Cracóvia, fique atento às dicas a seguir! Independente da temporada que você passe pela Polônia, os destinos são perfeitos para qualquer época do ano.

Agora, você vai descobrir três localidades que contam muito sobre a história do país!

Cidades próximas a Cracóvia

  1. Zakopane
  2. Wadowice
  3. Varsóvia

Zakopane: o paraíso da neve

Em primeiro lugar, a cidade está localizada na divisa com a Eslováquia, clique aqui e veja mais detalhes, e Zakopane é perfeita para quem sonha em ver a neve!

Por isso, a localidade é considerada o destino mais turístico na Polônia para quem deseja esquiar.

Ela fica a até lá é de 110 quilômetros da Cracóvia. Apesar de haver transfer e excursões para lá, você pode optar por ir de ônibus por conta própria e pegar muito menos, cerca de 5 a 10 euros o bilhete.

O ônibus que vai para a cidade sai da estação central da Cracóvia. Em até duas horas você estará chegando na cidade da neve! Se você estiver indo durante a alta temporada de inverno, entre dezembro e fevereiro, procure garantir o seu bilhete do ônibus com antecedência, já que essa época é concorrida.



Ademais, a cidade tem apenas 28 mil habitantes e nem sempre você encontrará quem fale inglês por lá. Embora a comunidade seja acolhedora, é preciso ir disposto a ter paciência na comunicação.

Zakopane: Clima e outras atrações

Além disso, prepare-se também para o frio: durante o inverno as temperaturas podem chegar a -15°C. No entanto, no verão as temperaturas ficam por volta de 10°C durante a noite, o que não tira o encanto da cidade.

O centro comercial de Zakopane fica na rua Krupowki, onde certamente você encontrará os melhores restaurantes e lojas. Apesar de pequena, em Zakopane você pode encontrar opções de lazer como piscinas termas e o Tatra National Park, uma das melhores atrações durante o verão. Nesse parque montanhoso é onde está um dos pontos mais altos da Polônia.



Contudo, como não poderia deixar de ser, esta cidade próxima a Cracóvia possui opções para quem deseja esquiar. É possível contar com guias ou fazer por conta própria se você preferir. Os valores dos serviços e produtos, assim como quase tudo na cidade, são acessíveis e não fogem dos padrões a que você estará acostumado na Cracóvia.

Wadowice: a cidade de João Paulo II

Com toda certeza, no sudoeste da Polônia está uma das melhores cidades para fazer um bate-volta da Cracóvia. Lá fica Wadowice.

Em síntese, Wadowice é conhecida justamente por ser a cidade onde nasceu Karol Wojtyla, o Papa João Paulo II.

Outro ponto forte para conhecer a cidade é que ela está localizada a, apenas, 50 quilômetros da Cracóvia e você pode chegar lá de ônibus, trem ou, se quiser poupar tempo, de excursão (por volta de 40 euros).

Cidades próximas a Cracóvia: O que fazer em Wadowice?

Em primeiro lugar, o ponto mais visitado na pequena cidade, obviamente, é a casa onde Wojtyla viveu até a sua adolescência com os seus pais antes de se mudar para Cracóvia.

Hoje, o local é um museu visitado diariamente por centenas de pessoas do mundo todo. O museu guarda um acervo importante para conhecer a vida do papa durante a sua primeira fase de vida, contando com fotos da família, documentos pessoais e livros. Aliás, é lá que está exposta a arma que João Paulo II sofreu uma tentativa de assassinato em 1981 no Vaticano.

Assim, após visitar o museu você pode andar pelo pequeno centro da cidade e conhecer outros pontos marcantes na história do Papa. Na praça principal da cidade, que ganhou nome em homenagem a ele, fica o prédio da prefeitura, onde Wojtyla teria iniciado os seus primeiros estudos. Na praça também está a Basílica da Nossa Senhora, muito visitada por ter sido a igreja onde João Paulo foi batizado.

O trem para Wadowice sai da estação central de Cracóvia e é conhecido popularmente como “O trem do Papa”. Há ainda ônibus saindo de meia em meia hora.

Varsóvia: conhecendo a capital polonesa

Com os seus mais de 1,7 milhão de habitantes, Varsóvia não é apenas a capital e maior cidade da Polônia, mas também uma ótima opção de cidade para fazer um bate-volta da Cracóvia!

Além isso, a maior cidade do país sucedeu justamente Cracóvia nesse posto em 1596 e desde então se mantém assim.

Varsóvia está localizada às margens do rio Vístula e tem belezas únicas, já que a sua origem é da Idade Média. Em uma visita rápida é possível conhecer inúmeros pontos turísticos e também históricos da cidade. Hoje, diferente do passado, a cidade tem uma alma jovem e renovada pelas suas ruas.

Cidades próximas a Cracóvia: O que fazer em
Varsóvia?

Sem dúvidas, o Castelo Real de Varsóvia é um dos pontos mais visitados na cidade. Construído no século 14, ele foi destruído pelos nazistas e reconstruído na década de 70. Em 1984 o castelo foi reinaugurado e hoje pode ser visitado pelos turistas. O bilhete de entrada custa 30 PLN. Tem também visita guiada ao Castelo, clique aqui para mais detalhes.

Logo em frente ao Castelo Real está localizada a chamada Cidade Velha de Varsóvia, que nada mais é do que o centro histórico. O ideal é andar pelas ruas em volta para conhecer um pouco do encanto e da história da cidade. É em uma dessas ruas que está a famosa Coluna de Zygmunt, considerada como um dos monumentos europeus mais antigos.

A Muralha de Varsóvia também vale uma visita durante o seu dia na cidade. Ela demarca o limite do Centro Histórico e em um dos seus pontos está a estátua ao Pequeno Insurgente. Essa é uma homenagem às crianças e jovens que combateram no Levante de Varsóvia.

Se você ainda tiver um tempo, visite o Museu da História dos Judeus Poloneses (POLIN). O local possui uma arquitetura moderna e é dedicado à história judaica. A sua entrada remete à abertura do Mar Vermelho por Moisés, sendo uma atração à parte. O museu está localizado na Mordechaja Anielewicza St., 6, e custa 25 PLN para entrar, porém as visitas acontecem somente com hora marcada no site oficial.

É possível fazer um bate-volta de Cracóvia para Varsóvia de trem ou ônibus, levando cerca de 3h a viagem. Todos partem da estação central e possuem valores variados, sendo normalmente 30 euros ida e volta.

Mais artigos sobre a Cracóvia

Camila Costa
Camila Costa

jornalista e natural de Rio Grande/RS. Moro em Porto/PT desde setembro de 2017, quando iniciei o mestrado em Ciências da Comunicação na Universidade do Porto.Desde então posso viver ainda mais a minha paixão por viagens (principalmente o amor por Paris). Carrego alguns países pela bagagem, mas, principalmente, a vontade de lugares sempre novos. Próxima aventura? Uma típica eurotrip, indo pelos ares, estradas e trilhos!