fbpx

Conheça os melhores bairros da Cracóvia para se hospedar | Saiba em qual bairro eu me hospedei

por Camila Costa 28.fevereiro.2019 Atualizado em 28/02/2019

Na hora de preparar a sua viagem, é importante conhecer os melhores bairros da Cracóvia para se hospedar.

Já que é uma cidade de fácil locomoção, os bairros centrais podem fazer você economizar bastante com transporte público, por exemplo.

É importante, porém, estar atento aos preços baixos demais na cidade!

Então, se você está com a viagem marcada para a cidade polonesa, ou pensa em visitá-la, acompanhe a seguir as dicas dos bairros mais indicados para a sua hospedagem!

Cidade Velha – Stare Miasto

melhores-bairros-da-cracovia-staremiastokrakow
By marek7400, CC BY 3.0, Link

Conhecida como Stare Miasto pelos moradores locais, a Cidade Velha é onde estão os pontos mais belos e centrais de Cracóvia. Para você ter uma noção, a zona foi declarada em 1978 como Patrimônio da Humanidade pela Unesco, o que demonstra a sua importância. Nela estão desde a Praça do Mercado até o Castelo Real de Wawel.

Em primeiro lugar, hospedar-se nessa região, que é o verdadeiro centro histórico da Cracóvia, é a certeza de você estará ao lado não apenas dos principais pontos turísticos, mas, também, dos cafés e restaurantes mais frequentados.

É claro que é importante considerar que esses locais são mais caros por ser uma área turística, mas pode valer uma visita ou outra.

Lembre-se também de que o fato de ser uma zona turística faz com que a região da Cidade Velha esteja sempre movimentada. Por isso, se você prioriza zonas calmas para se hospedar, é melhor fugir do centro histórico.

Mapa de hospedagem em Stare Miasto

Booking.com

Hospedagem na Cracóvia: Centro expandido

melhores-bairros-da-cracovia-centroexpandido

O chamado “Centro Expandido” é a parte que ainda compreende o centro histórico da Cracóvia, mas já um pouco menos concentrado no centro histórico.

Veja que, andando cerca de 10 minutos você já estará na Praça do Mercado, mas tem a chance de se hospedar em uma zona mais calma – teoricamente – e barata.

Mesmo hospedando-se na zona que compreende o Centro Expandido você ainda poderá fazer provavelmente tudo a pé. Se não se incomoda em caminhar, então estará economizando um bom dinheiro durante a viagem!

Particularmente, hospedei-me nessa região e recomendo: não precisei utilizar o transporte público em nenhum dia.

Conforme dito, pude conhecer todos pontos da cidade a pé, até mesmo o da Fábrica de Oskar Schindler, que fica um pouco mais distante, porém ainda é acessível a pé.

Outro ponto que notei é que lá pode parecer mais inseguro durante a noite. Contudo, acredito que foi apenas uma sensação natural de desconfiança, já que essa também é uma zona antiga e com muitas paredes pichadas, por exemplo.

Contudo, de fato, não vi nada que justificasse o medo, mas certamente é uma zona menos agitada durante a noite e algumas ruas podem ser um pouco escuras, mas logo se vê que é comum na cidade.

Enfim, a hospedagem na Cracóvia não é cara, mesmo no centro histórico. Porém, muitos lugares acabam sendo mais velhos do que você esperava, como foi o meu caso.

Por isso, caso encontre uma hospedagem ainda mais barata do que o normal nessa zona, ligue o alerta! Pois, pode ser mais vantajoso procurar por lugares um pouco mais distantes, porém novos, se você estiver querendo economizar mesmo.

Mapa de hospedagem no Centro da Cracóvia

Booking.com

Bairro Judeu na Cracóvia: Kazimierz

hospedagem-na-cracovia-Kazimierz

Inegavelmente, esse é um bairro com muita história. Visto que o Kazimierz foi praticamente todo devastado durante a II Guerra Mundial, e ainda é o antigo bairro judeu.

No entanto, hoje, a região apresenta uma nova vida e foi revitalizada. Porém as marcas ainda estão por lá para relembrar o que a população polonesa passou na época.

Os judeus que viviam nesse bairro foram obrigados a deixar o local. Sendo “deportados” para o gueto, como ficou conhecido o novo local onde viveram, localizado em Podgorze. O fim da guerra ainda não foi o bastante para recuperar o local, mas com a notoriedade do filme “A Lista de Schindler” a revitalização teve início.

Hoje, o Kazimierz é sinônimo de arte, juventude e animação em Cracóvia. Por todas as belas ruas com prédios reconstruídos e restaurados há restaurantes, bares, galerias de arte e muitos outros locais para se passar o dia.

Então, se você quer se hospedar em um lugar onde a Cracóvia “jovem” acontece, esse é o melhor bairro.

Além disso, outra vantagem da região é que há diversos pontos interessantes em volta para se visitar. Você pode conhecer as sete sinagogas que ajudam a preservar a história judaica na zona, o Museu Judeu Galicia e ainda a Praça Nova, onde os jovens estudantes da cidade costumam se encontrar.

Mapa de Hotéis em Kazimierz

Booking.com

Bairro mais distante do centro: Podgorze

hospedagem-na-cracovia-Podgorze
By MOs810Own work, CC BY-SA 3.0, Link

Apesar de não ser o local preferido da maioria dos turistas quando buscam os melhores bairros na Cracóvia. Podgorze, dependendo do seu perfil de viajante, pode ser considerado, principalmente pela sua importância histórica.

Podgorze é na verdade um distrito. Ele foi criado pelos nazistas em 1941 para ser o “gueto”, ou seja, local receberia os judeus que habitavam outras partes da Cracóvia. O objetivo era “limpar” a cidade. Ali, cerca de quatro famílias eram obrigadas a dividirem cada pequeno apartamento. Além disso, eles viviam em condições desumanas. Diversas doenças e mortes eram registradas diariamente.

Mesmo sendo um ponto mais distante do centro histórico, há opções de hotéis e hostels mais modernos nessa região.

Há ainda pontos interessantes a serem visitados, como a praça Bohaterów. Nela há o monumento de uma cadeira em homenagem aos judeus. Foi exatamente nessa praça que os judeus eram escolhidos pelos nazistas para serem levados aos campos de concentração.

É também logo próximo ao antigo gueto que está localizado o Museu da Fábrica de Oskar Schindler. Foi ali que se passaram algumas filmagens do filme “A Lista de Schindler” e onde centenas de judeus acabaram sendo salvos da morte.

Embora esteja mais distante do Cidade Velha, ainda é possível ir caminhando até ela. Em cerca de 20 minutos, no máximo 30, você já estará no centro de Cracóvia onde tudo acontece!

Se está procurando pelos melhores bairros de Cracóvia, os preços dessa região podem agradar. Ainda, como é uma zona que foi revitalizada ela se torna mais ideal para quem não gosta de se hospedar em prédios tão antigos

Mapa de Podgorze

Booking.com

Mais sobre a Cravócia

Camila Costa
Camila Costa

jornalista e natural de Rio Grande/RS. Moro em Porto/PT desde setembro de 2017, quando iniciei o mestrado em Ciências da Comunicação na Universidade do Porto.Desde então posso viver ainda mais a minha paixão por viagens (principalmente o amor por Paris). Carrego alguns países pela bagagem, mas, principalmente, a vontade de lugares sempre novos. Próxima aventura? Uma típica eurotrip, indo pelos ares, estradas e trilhos!