fbpx

Transporte em Buenos Aires: como se locomover na capital da Argentina? [Eu fui furtado lá, história de dar risadas, hoje!]

por Joaquim Augusto 19.fevereiro.2019 Atualizado em 19/02/2019
transporte-publico-em-buenos-aires

A capital da Argentina é uma das maiores metrópoles da América Latina e possui um transporte público bacana.

Com certeza, Buenos Aires é uma cidade linda com muitas atrações para os turistas, se locomover de um ponto a outro lá é bem fácil. O tranporte em Buenos Aires é legal e com opções diversificadas.

No entanto, fique ligado, pois eu já fui furtado lá e conheço várias pessoas que passaram por isso. Mas nenhuma com a história que vou lhe contar (é de dar risadas quando lembro).

Porém, a história eu vou escrever ao final do artigo, agora vamos aos meios de transporte em Buenos Aires.

Transporte Público em Buenos Aires: Metrô

transporte-em-buenos-aires-subte

Quando chegar a Buenos Aires, procure pelo Subte. Este é o nome dado ao metrô na capital argentina, nada mais nada menos do que uma abreviação para subterráneo.

Por meio dele, é possível chegar aos principais pontos turísticos e bairros da cidade. É um meio fácil, prático e barato de se locomover.

Em primeiro lugar, o sistema de metrô de Buenos Aires tem sete linhas, as quais são nomeadas por letras (A, B, C, D, E, H e P). Para utilizá-lo, o mais indicado é adquirir o cartão SUBE. Ele também serve para o ônibus e pode ser recarregado em qualquer estação ou nos quiosques específicos espalhados pela cidade. O cartão custa 25 pesos.

Como acontece em qualquer metrópole do mundo, nos horários de pico o metrô vai estar lotado. Logo, tente evitar esses momentos de maior fluxo.

Em relação ao horário de funcionamento, o Subte abre às 5 da manhã e fecha às 22h30. Aos finais de semana, entretanto, ele abre às 8 da manhã.

Algumas linhas, no entanto, podem ter horários diferentes de abertura e encerramento das atividades. Por isso, vale a pena você clicar aqui para conferir quais são os períodos de funcionamento de cada linha.

Transporte em Buenos Aires: Bicicleta

transporte-em-buenos-aires-bicicleta

Quem curte pedalar, vai gostar dessa sugestão!

Outro transporte em Buenos Aires bastante utilizado é a boa e velha magrela.

Os turistas encontram diversos serviços de aluguel de bicicleta pela cidade, além de poderem utilizar o Eco Bici, o sistema público de empréstimo de bicicletas.

Então, gostou da ideia dessas bikes públicas?

Por isso, eu vou explicar como funciona. O primeiro passo é se inscrever no site da prefeitura ou fazer o seu registro pessoalmente mesmo. Assim, é preciso agendar um horário clicando aqui. Em seguida, baixe o aplicativo do Eco Bici, pois você vai precisar dele para desbloquear uma bicicleta em um das estações.

Depois de pedalar por Buenos Aires e se encantar com as maravilhas da cidade, você pode devolver a bike em qualquer um dos pontos espalhados pelos bairros da capital argentina.

Se tiver dúvidas é só olhar os aplicativos, pois eles mostram onde ficam as estações da Eco Bici e quantas bicicletas disponíveis cada um deles tem. Legal, né? Detalhe, e é tudo de graça! Mais detalhes clicando aqui.

Em Buenos Aires, você também encontra o sistema de bicicletas do Itaú, como aqueles que tem em algumas cidades brasileiras. Nesse caso, você vai precisar desembolsar um valor para pagar a taxa do empréstimo. Se você for cliente do banco, vai ter direito a um desconto e ainda algumas horas grátis para pedalar. Clique aqui para conferir os preços e outros detalhes

Além disso, tem vários tours de bicicleta com guia pela capital portenha, quer conhecer alguns, clique aqui e veja mais detalhes.

Ônibus em Buenos Aires

transporte-publico-em-buenos-aires-onibus

O sistema de ônibus de Buenos Aires é eficiente, com linhas interconectando toda a cidade e durante 24 horas.

Para utilizá-lo, você vai precisar de um cartão Sube, o mesmo válido para o metrô. Entretanto, pagar em dinheiro é uma opção, mas só aceitam moedas.

Além disso, os preços variam de acordo com a distância percorrida.

No começo pode até parecer confuso, mas utilizar ônibus por lá é bem simples. Basta se informar certinho sobre os números das linhas.

Para isso, você pode utilizar um dos diversos aplicativos que mostram qual ônibus pegar para ir ao destino desejado. Um app bem popular é o Llego. Vale a pena baixá-lo!

Você vai notar, ainda, que os ônibus de lá têm uma cara de antigo, mas muitos deles, apesar da aparência, são novos e têm ar-condicionado. Portanto, A minha única recomendação é evitar os horários de pico.

Saiba ainda que o metrô não chega a algumas atrações da cidade, como ao Caminito.

Para ir até a rua mais colorida de Buenos Aires, você vai precisar pegar o busão, táxi/uber ou uma excursão.

Táxi na Capital Argentina

transporte-publico-em-buenos-aires-taxi
By Diego Torres Silvestre from Sao Paulo, Brazil – Buenos Aires Taxicabs, CC BY 2.0, Link

Os táxis oficiais de Buenos Aires são aqueles carros pretos com o teto amarelo. Por esse motivo, são bem fáceis de serem identificados! Eles estão espalhados por toda a cidade e para pegar um basta acenar que os que estiverem disponíveis vão parar para você. Os preços também são bons. Andar de táxi lá é mais barato do que no Brasil.

Porém, fique atento!

Visto que os taxistas de Buenos Aires não têm uma reputação boa não. É comum ouvir história de gente que caiu em golpes com notas falsas ou foram enganadas por não conhecerem o trajeto. Inclusive eu já presenciei uma cena destas.

Foi assim! Uma brasileira chegou em frente ao hostel e o taxista cobrou um valor absurdo, não lembro quanto. Mas, ela, nordestina arretada, disse que não ia pagar e arrumou aquela briga, com razão, até aglomerar algumas pessoas e o taxista picareta ir embora.

Por isso, vale a pena ver qual é o caminho correto pelo Google Maps e ir observando se o taxista não está desviando demais.

Para ter noção dos preços e não pagar valores abusivos, vale a pena entrar no Taxista Virtual. É um site da Argentina que mostra quanto custa, mais ou menos, uma corrida. É só fazer uma simulação. Fica a dica!

Uber e Cabify

O aplicativo Uber funciona normalmente em Buenos Aires. Como em outros lugares do mundo, no começo houve muita resistência para ele ser aceito na cidade. Além dele, os visitantes contam ainda com o Cabify.

Confira essas simulações de deslocamento com o Uber para você ter uma noção dos valores cobrados na cidade:

  • Aeroparque Jorge Newbery – Casa Rosada: 180 pesos
  • El Ateneo – Caminito: 218 pesos
  • Plaza Italia – Puerto Madero: 162 pesos.

Ônibus de turismo

transporte-publico-em-buenos-aires-bus
By Juanedc from Zaragoza, España – Buenos Aires BusUploaded by juanedc, CC BY 2.0, Link

Se você for ficar pouco tempo em Buenos Aires, a melhor maneira de ver as atrações da cidade é dando uma volta no ônibus de turismo. Eles são confortáveis e os passeios são feitos ao som de um guia turístico que vai explicando a história dos lugares.

No total, são 24 paradas e você pode embarcar e desembarcar quantas vezes quiser. A volta completa dura em torno de 3 horas. É possível comprar passagens para um ou dois dias e obter descontos para combos família. Clique aqui para saber detalhes sobre os preços e reservar o seu.

Agora… Como me furtaram em Buenos Aires!

transporte-publico-em-buenos-aires-furto

Foi na primeira vez que fui à Buenos Aires, eu, um amigo e uma amiga estávamos indo, de metrô, para Palermo, conhecer a Floralis Generica.

Então, no subte (como chamam o metrô na Argentina) aconteceu algo inesperado.

Foi assim, estava relativamente cheio, pois transporte público em Buenos Aires sempre tem um número considerável de passageiros, o metrô, e de repente um cara vomitou, isso mesmo, vomitou literalmente em nossos pés, pernas.

Logo começou o empurra empurra devido ao “passageiro” está passando mal e descarregando golfadas para todos os pés no metrô.

Já percebeu no que ia dar!

Vou confessar, xinguei muito o cara, porém quando desci a próxima estação fiquei com peso na consciência pelos palavrões e empurrões que eu dei.

No entanto, quando fui com a mão em meu bolso, que tinha por volta de duzentos reais que eu iria trocar, cadê o dinheiro?

Assim, o primeiro pensamento foi, o dinheiro caiu no empurra empurra. Só que meu amigo fez a mesma coisa e disse: Po&%$ me roubaram!

Portanto, a conclusão foi simples e rápida, vômito mirado em nós, empurra empurra e outros ladrões prontos para enfiar a mão em nossos bolsos e levar o que pegar. E foi isso.

Outro detalhe, fomos a delegacia e nos confirmaram, que isso acontece bastante nos metrôs de Buenos Aires, então sugiro:

  1. Evite horários de pico.
  2. Ande com o dinheiro e celular em uma doleira por dentro da bermuda ou calça.
  3. Não se estresse, pois, apesar do ocorrido, Buenos Aires é mais seguro que a maioria das capitais brasileiras.

Clique aqui e veja alguns modelos de doleiras. Leve-a em todas suas viagens!

Finalizando, você tem dúvidas ou sugestões sobre o transporte em Buenos Aires? Conte nos comentários!



Joaquim Augusto
Joaquim Augusto

Brasiliense, pai da Ana Francisca, marido da Geovana e apaixonado pela minha família e por, adivinha só, V-I-A-J-A-R. Gosto demais de planejar viagens, já fiz roteiros para América do Sul, América do Norte, Europa, Ásia e Oceania alguns para mim, outros para amigos, outros para clientes. #viajarcuratudo