fbpx

Roteiro em Berlim: 2, 3, 4 e 5 dias na Capital Alemã | Melhore Passeios em Berlim

por Camila Costa 07.janeiro.2019 Atualizado em 22/01/2019

Quantos dias você passará por Berlim? Qual será o seu roteiro em Berlim?

Afinal, para cada dia é possível um plano específico e facilitar muito a sua viagem! A capital alemã tem inúmeros locais históricos, parques, restaurantes e arte urbana para ser apreciado. Você não pode perder nenhum detalhe!

Roteiro em Berlim: por onde você pode passar em 5 dias?

  • Portão de Brandemburgo
  • Memorial do Holocausto
  • Topografia do Terror
  • Ilha dos Museus
  • DDR Museum
  • Bairro Judeu
  • Campo de Concentração Sachsenhausen
  • East Side Gallery
  • Beer Garden

Confira a seguir um roteiro em Berlim de 2, 3, 4 e 5 dias preparado especialmente para você!

Dia 01: Portão de Brandemburgo, Memorial do Holocausto e Topografia do Terror

Portão de Brandeburgo, roteiro em berlim

Em primeiro lugar, é preciso conhecer dois dos lugares marcantes: o Portão de Brandemburgo e o Memorial do Holocausto. Soma-se a eles o museu da Topografia do Terror, um local importante para entender um pouco da história nazista na Alemanha.

Então, comece o dia dirigindo-se ao Portão de Brandemburgo, provavelmente o lugar mais famoso da cidade. Ele está localizado na Pariser Platz, no Mitte, o melhor bairro de Berlim para se hospedar, e é de fácil acesso. Ele é um dos marcos da cidade e foi reconstruído no final do século XVIII.

>> Tour a pé por Berlim (14 euros)

>> Visita guiada por Berlim em espanhol (14 euros)

Memorial do Holocausto

Logo ao lado, andando uma quadra, você pode chegar ao Memorial do Holocausto. O que parece apenas uma centena de blocos de concreto, na verdade, homenageia os judeus mortos durante a II Guerra Mundial.

Antes de mais nada, o local é aberto e pode ser visitado a qualquer hora do dia. No memorial há 2.711 blocos de concreto e um subsolo com 800 metros quadrados, onde está o “Local da Informação”. Ali conta-se uma parte da história sobre o horror a que foram submetidos os judeus. Essa parte, contudo, abre somente das 10h às 20h.

Museu da Topografia do Terror

Também perto dali está o museu da Topografia do Terror (Topographie des Terrors).

Assim como as duas atrações anteriores, você pode apreciá-lo gratuitamente e ter uma grande aula de história.

Os alemães denominam esse como um dos Erinnerungsorten, que, na tradução literal, são “locais de lembrança” para expor os atos praticados pelo nazismo no estado. Entre fotografias e textos explicativos sobre a época, os visitantes fazem uma verdadeira viagem no tempo para entender como o pensamento extremista dizimou milhares de pessoas.

Além do mais, uma das curiosidades sobre o museu é que ele está localizado no mesmo local onde a Polícia Secreta (Gestapo) do nazismo também esteve.

Após terem sido destruídos com o fim da guerra, os prédios deram lugar à exposição com o nome do museu em 1987. Em 2007 anexou-se no local o Centro de Documentação, onde estão inúmeros painéis documentando o período.

Ainda mais, na rua, ao ar livre, está a exposição “Berlim 1933-1945. Entre Propaganda e Terror”, que pode ser acompanhada também gratuitamente.

Provavelmente você gastará um bom tempo do seu dia no museu, o suficiente para encerrar o seu primeiro dia em Berlim. Então, próximo ao museu há metrôs e outros transportes públicos para você ir embora caso esteja hospedado em outra zona.

Dia 02: Ilha dos Museus e DDR Museum

roteiro em berlim, ilha dos museus

À beira do rio Spree está um dos lugares mais bonitos de Berlim, principalmente para quem ama museus. A Ilha dos Museus conta com cinco dos principais museus instalados na cidade:

  • Museu Pergamon
  • Altes Museum
  • Neues Museum
  • Alte Nationalgalerie
  • Museu Bode

No Museu Pergamon é possível ver os tesouros da antiguidade, enquanto na Alte Nationalgalerie há coleções de arte e pinturas do século 19, com obras de Claude Monet e Auguste Rodin.

No Museu Bode há o Museu de Arte Bizantina e ainda a Coleção de Esculturas com obras do início da Idade da Média e do final do século XVIII.

Já o Museu Antigo, o primeiro a ter sido construído no local, em 1830, abriga coleções gregas e romanas da antiguidade, além disso ele está dividido em três museus.

Por outro lado, o Neues Museum é o “Museu Novo”, construído em 1859. Apesar de ter sido destruído na II Guerra Mundial, ele foi reaberto em 2009 e abriga museus com artigos egípcios, pré-históricos e da História Antiga.

Visitar a Ilha dos Museus é também conhecer a Berliner Dom, ou, em português, a Catedral de Berlim. A igreja, que é protestante luterana, foi construída entre 1895 e 1905 e é um dos prédios históricos mais bonitos da cidade.

Além de tudo isso, na ilha está o Lustgarten, um parque que reúne centenas de pessoas em volta dos museus e é um ótimo espaço para descansar um pouco do passeio.

Se você desejar entrar em todos museus da ilha durante esse dia, fique atento às melhores opções de entradas. É possível adquirir bilhete para um dia por cerca de 18 euros com direito a entrar em todos os museus. A dica é avaliar se você deseja conhecer ou apenas o que for do seu melhor interesse e pagar por ele individualmente.

Veja aqui mais detalhes sobre as Ilhas dos Museus

>> Veja o passe para mais de 30 museus em Berlim (29 euros)

>> Entrada no Bode Museum Berlim (12 euros)

>> Ingressos para o Altes Museum Berlim (10 euros)

>> Berlim: Museu de Pérgamo e Museu Novo com Guia Especializado (59 euros)

>> Evite filas: A entrada para Alte Nationalgalerie de Berlim

DDR Museum

Após o passeio na Ilha dos Museus, o seu roteiro em Berlim completo deve passar pelo DDR Museum.

Primeiramente, para chegar nele basta atravessar a ponte ao lado oposto da Catedral de Berlim. Porém, tenha atenção na hora de encontrá-lo, já que ele está sob a ponte Karl-Liebknecht, não na parte superior.

Então, você sabe o que significa DDR? É a sigla para Deutsche Demokratische Republik, ou seja, esse é um museu interativo que retrata como era a vida na época da Alemanha Oriental, quando os comunistas governavam aquela parte do país.

No local foi recriado um flat típico da época, padrão para todos os moradores do lado oriental e fornecido pelo governo. Todas as informações como horários e valor dos bilhetes do DDR Museum clicando aqui.

>> Compre os ingresso para o DDR Museum (12 euros)

Dia 03: Bairro Judeu

Antigo cemitério judeu, um dos pontos turísticos de berlim.

Antigo Cemitério Judeu. Foto do meu arquivo pessoal

Você descobrirá que dedicar um dia inteiro ao bairro judeu em Berlim não é exagero.

Iniciando, o bairro é conhecido como Scheunenviertel, no bairro fica a estação S-Bahn Hackescher Markt. Desde o século XVII o local começou a ser habitado por judeus, principalmente fugidos da França. O seu passeio pode começar descendo na estação, onde há uma feira em frente todas as quintas-feiras.

Um dos pontos marcantes do bairro é a fábrica de Otto Weidt. Mas, o que é essa fábrica?

Durante a II Guerra Mundial ele e sua esposa ofereceram emprego a diversos judeus com deficiências como surdez ou cegueira, salvando-os dos campos de concentração. A sua antiga fábrica pode ser vista na Rosenthaler Str. 39.

Andando mais um pouco você chegará na Große Hamburger Straße, a principal rua do bairro. Então, você verá o cemitério judeu Jüdischer Friedhof, considerado o mais antigo de Berlim e atacado por bombardeios e nazistas.

Logo próximo você encontra a Sophienkirche. Essa igreja evangélica guarda marcas em sua fachada da violência da II Guerra Mundial e já recebeu até mesmo Martin Luther King.

Hoje, o bairro judeu é sinônimo de arte, vida e juventude em Berlim. Por isso, além de buscar essas referências históricas, aventure-se pelas ruas do bairro, entre nos cafés, galerias, livrarias e fique atento às artes de rua. É uma verdadeira aula sobre a nova Berlim!

>> Tour para Scheunenviertel e Hackesche Höfe, inclua no roteiro (14,90 euros)

>> Roteiro em Berlim: passos da comunidade judaíca em Berlim (12 euros)

Dia 04: Campo de Concentração Sachsenhausen

Sachsenhausen roteiro de 5 dias em Berlim

O Campo de Concentração Sachsenhausen recebe inúmeras visitas e fica a cerca de 35km de Berlim. Esse é um dos campos mais antigos do nazismo e reconta um pouco do horror da época.

Ele está localizado na cidade de Oranienburg e você pode chegar nele pegando o trem S1 em direção a Oranienburg. As saídas são das estações S+U Brandenburger Tor, Potsdamer Platz ou Friedrichstrasse. Ao chegar na estação final você deverá caminhar por até 20 minutos ou pegar um ônibus.

A entrada no campo não é cobrada, o que facilita a visita.

Você poderá conhecer o local que formou os oficiais nazistas para atuarem em campos de extermínio como Auschwitz e entender um pouco mais dessa história, já que o local é bem conservado ainda hoje.

Provavelmente você levará um bom número de horas pelo campo. Ao fim da visita basta fazer o caminho inverso para voltar à cidade de Berlim. A duração da viagem é de cerca de 50 minutos, mas pode fazer tour guiados por mais tempo para entender a história.

>> 10 passeios para Memorial de Sachsenhausen a partir de 2 euros

Dia 05 do Roteiro em Berlim: East Side Gallery e Beer Garden

Roteiro em Berlim de 5 dias, muro de berlim

Muro de Berlim, foto do meu arquivo pessoal.

Você não poderia passar por Berlim sem conhecer a East Side Gallery, local onde o que restou do Muro de Berlim se transformou em uma verdadeira galeria ao ar livre.

O local possui 1.3 quilômetros de muro, sendo considerada a parte mais conservada do Muro de Berlim e que foi pintada por mais de 100 artistas do mundo todo. São mensagens de todos os tipos como uma forma de protesto e também valorização da liberdade.

A galeria está localizada na Mühlenstraße 1, 10243. É possível chegar nela pela estação Ostbahnhof com as linhas S3, S5, S7, S9 e S75. Andando apenas 600m seguindo as indicações logo você estará em frente ao local exato.

Uma dica ao visitar o local é ser paciente. Há centenas de turistas que, assim como você, passam por lá, por isso é preciso ser paciente para tirar uma fotografia ou poder ver com calma cada arte nos muros.

>> Excursão de 2 horas pelo muro de Berlim

>> Museu do Muro de Berlim no Checkpoint Charlie Sem Fila

Vá a um dos famosos jardins com cerveja para se despedir da cidade e aproveitar o seu fim de tarde.

Então, o Prater Garden é o mais antigo de Berlim e está localizado na Kastanienallee 7-9, Prenzlauer Berg 10435. Em suma, é uma ótima opção para você passar horas bebendo cerveja a um preço agradável e ainda há opções de comidas como pratos com batata frita, entre outros.

Finalizando o seu roteiro completo em Berlim você terá visitado os pontos mais importantes da cidade e vivido experiências únicas!


Mais artigos sobre Berlim


 

Tags:
Camila Costa
Camila Costa

jornalista e natural de Rio Grande/RS. Moro em Porto/PT desde setembro de 2017, quando iniciei o mestrado em Ciências da Comunicação na Universidade do Porto.Desde então posso viver ainda mais a minha paixão por viagens (principalmente o amor por Paris). Carrego alguns países pela bagagem, mas, principalmente, a vontade de lugares sempre novos. Próxima aventura? Uma típica eurotrip, indo pelos ares, estradas e trilhos!

Related Articles