Melhores Restaurantes em Paris: 10 Sugestões para Você Aproveitar o Melhor da Culinária Francesa [Gostei muito do nº 1, 5 e 8, Este Último Faz Parte do “O Fabuloso destino de Amélie Poulain”]

restaurante-em-paris

Ir para Paris e não pensar em gastronomia é impossível. Afinal, a culinária francesa é uma das melhores do mundo. Como sempre fala o chef Érick Jacquin (Masterchef): “Para mim comida é prazer, não é medicina. Adoro comer! Adoro beber!”. Se identificou?  Então este artigo é para você, caro leitor! Quais os melhores restaurantes em Paris?

Minha seleção será um “mélange” entre lugares em que tive a oportunidade de conhecer e sugestões retiradas do Guia Michelin. Para leigos, assim como eu, vou explicar o que significa ser um restaurante estrelado em linhas gerais:

  • uma estrela significa “uma cozinha muito boa em sua categoria”;
  • duas estrelas são para “uma cozinha excelente, que merece o deslocamento”;
  • três estrelas se referem a uma “cozinha excepcional, que compensa a viagem”.

Se você já está com água na boca só de pensar no que te espera, vamos às dicas:

1) Le Polidor: Restaurante Tradicional Francês

restaurantes-em-paris-lepolidor

By Philippe Alès – https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=33425373

Minha primeiríssima memória afetiva sobre a gastronomia de Paris é o charmoso e famoso restaurante Le Polidor. Esta foi minha primeira parada na Cidade Luz, mesmo depois de ter vencido o “minotauro” do labirinto da estação Stalingrad (+ informações leia o artigo Transporte em Paris).

Valeu a pena, foi minha primeira refeição na cidade junto com meu professor Jorge Coli e todos meus amigos da Unicamp. Na verdade, essa foi uma das varias sugestões de meu professor, um amigo intimo da cidade e também exímio historiador da arte.

Na época não tinha consciência, mas o Le Polidor é um estabelecimento como qualquer outro monumento histórico da cidade. O restaurante frequentado pela nata cultural e artística da cidade. Para a imagem ficar mais vivida é só recordar do filme de Wood Allen – “Meia-Noite em Paris” (2011), na cena cômica em que o personagem de Owen Wilson encontra as figuras de Salvador Dali, Luis Buñuel e Man Ray tendo como cenário este magnífico restaurante. Morro de dar risada com a interpretação de Adrien Brody de Dali, se você for amante da arte irá me entender.

Chega de apresentações vamos às informações práticas:

  • Situado no Quartier Latin, precisamente no 41, rue Monsieur Le Prince, 75006 Paris.
  • Aberto todos os dias do 12hs às 14hs e das 19hs às 0hs30 (exceto domingos em que fecha às 23hs)
  • Você pode se deliciar com Bouef Bourguignon mais uma entrada e uma sobremesa de sua escolha por apenas 22 euros. Ou ainda o “Menu Tradition” por 35 euros que inclui entre suas opções de sobremesas uma Tarte Tatin ou um Caramel Liégeois (um café elaborado inigualável, impossível de se encontrar numa rede como Starbucks).
Restaurantes em Paris - Le Polidor

Meus queridos amigos de viagem, nossos primeiros passos em Paris, Le Polidor

Através das fotos reparem o ambiente intimista do Le Polidor. Como muitos restaurantes franceses, cada centímetro do lugar é aproveitado para comportar seus clientes, o que acaba por dar a impressão de uma refeição coletiva, mesmo se você estiver aproveitando de uma refeição sozinho.

Restaurante em Paris

Foto do guardanapo (acervo pessoal)

Detalhe: note na segunda imagem, de que cada guardanapo é cuidadosamente personalizado com o logo do restaurante, uma imagem típica dos cartazes Art Nouveau da virada do século XIX para o XX.

2) Épicure: 3 Estrelas Michelin no Luxuoso Hotel Bristol

Melhores Restaurantes de Paris

Fonte: https://www.oetkercollection.com/destinations/le-bristol-paris/restaurants-bar/restaurants/epicure/

O Épicure não é como qualquer restaurante de Paris, ele é inigualável! Um restaurante 3 Estrelas Michelin (2018), o qual faz parte do complexo do luxuoso Hotel Le Bristol, de Paris.

Casa do chef Eric Frechon (no Brasil o chef Érick Jacquin é referência para este estrelado chef de cozinha francesa). Jacquin e Frechon nem sequer se conheciam até o dia em que o estrelado francês entrou na brasserie paulistana, pronto para arregaçar as mangas. Frechon esteve pela primeira vez no país para um festival com jantares a partir de 800 reais e renda revertida para o Instituto Ayrton Senna.

Segundo o Guia Michelin, o restaurante sofreu uma transformação em 2011. O Épicure além de possuir um cardápio estrelado, também vende um ambiente cheio de requinte, o qual faz jus á qualidade das criações do chef Eric Frechon. Sua sala de jantar iluminada com vista para o jardim possui uma elegância contida e distinta, na qual brilha o glamour do século XVIII.

O chef Frechon trás em suas criações uma grande liberdade de expressão aliada a um olhar que não se esquece da tradição da cozinha francesa.

Destaque: o macarrão recheado com trufas negras, alcachofra e foie gras de pato, gratinado com queijo parmesão envelhecido.

Informações: Conforme mencionado anteriormente, o Épicure faz parte do complexo de restaurantes e bares do luxuoso Hotel Le Bristol, cujo endereço fica no 112 rue du Faubourg Saint-Honoré, 75008 Paris. Fica há dois quarteirões da fabulosa Champs-Élysées.

A refeição custa em média entre 145 euros  à 380 euros.

3) La Méditerranée: Cozinha Especializada em Peixes

Restaurantes na Capital Francesa

Fonte: http://www.la-mediterranee.com/fr/gallerie.html

O La Méditerranée reúne características dos nossos dois restaurantes anteriores. Assim como o Épicure possui, no caso, 1 estrela Michelin. Enquanto ao mesmo tempo partilha de uma fama histórica como o Le Polidor.  Aberto desde 1942, obteve um sucesso internacional quase que imediato.

O lugar se torna uma obrigação na vida parisiense. Jean Cocteau, próximo a Jean Subrenat, o dono da época, desenha o logotipo original e Christian Bérard, famoso pintor, as decorações das paredes dos quartos. Na verdade um dos motivos os quais mais me chamam a atenção no La Méditerranée é justamente sua decoração impecável.

Mantendo a sua autenticidade, o restaurante foi capaz de modernizar delicadamente a sua decoração e oferece um ambiente calmo e confortável aos seus visitantes exigentes. Especializado em um cardápio todo advindo do mar, a cozinha combina criatividade, simplicidade e frescura.

Informações:

Sua localização é privilegiada, próximo aos pontos turísticos: Jardim de Luxemburgo e o memorável teatro l’Odéon. Precisamente no 2 Place de l’Odéon, 75006 Paris (há praticamente menos de duas quadras do Le Polidor).

O valor da refeição é por volta de 30 euros, que é um ótimo custo / benefício para saborear a cozinha mediterrânea da casa.

4) Restaurant Ken Kawasaki: o Encontro da Cozinha Francesa com a Japonesa

restaurantes-em-paris-ken

O Restaurant Ken Kawasaki é especialista em criar um casamento entre a culinária francesa e a japonesa e já recebeu sua primeira estrela Michelin (em fevereiro de 2018).

Se você procura uma dica de restaurante em Paris que seja moderno e que está no epicentro dos acontecimentos culinários aqui é o lugar.

Segundo o Guia Michelin, o chef japonês Ken Kawasaki comanda uma excelente equipe que prepara pratos requintadamente gráficos, cheios de sabores incomuns usando ingredientes frescos do mercado. Simplesmente excelente.

Destaques: Nozes de Saint-Jacques marinados e Laminado de pato e seu foie gras! (só as fotos dos pratos já fazem a boca encher de água)

Informações:

  • Sua localização é no bairro dos Artistas, em Montmartre, exatamente no 15 rue Caulaincourt, 75018.
  • Funcionamento: de segundas, terças, sextas e sábados aberto em 2 horários (12hs-15hs e 19hs-23hs). Às quartas e quintas somente das 19hs-23hs. Aos domingos permanece fechado.
  • No Guia Michelin é média de valores de uma refeição pode variar de 30 euros até 70 euros.
  • O restaurante é pequeno, abrange um número restrito de pessoas em seu recinto, 15 no total.

Curiosidade: o restaurante fica em um edifício cuja fachada do primeiro andar foi modernizada, condizente com o estilo de um típico restaurante japonês, mas nos andares superiores foi mantido a beleza clássica da fachada original.

5) Bistrot Vivienne: Restaurante em Paris que recria a atmosfera do século XIX + ótima relação custo/beneficio

restaurantes-em-paris-bistro

By col.b from UK – https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=43391826

O Bistrot Vivienne é meu arrependimento em minha primeira viagem em Paris, no sentido de que perdi a oportunidade de desfrutar um ótimo e último jantar com meus colegas de faculdade e nosso professor guia, Jorge Coli, pois preferi passar a tarde pesquisando para meu recém mestrado, mas voltei lá 1 ano depois.

A Experiência no Bistrot Vivienne é como se você viajasse no tempo e fosse parar em um bistrot do final do século XIX, um charme só, todo decorado com uma riqueza de detalhes. Idealmente localizado na bela Galerie Vivienne, á dois passos da Bourse, do Jardim do Palais-Royal e da Comédie-Française. Caro leitor, você não pode cometer o mesmo erro que eu e deixar a oportunidade passar.

Abaixo, segue a foto de minha amiga Cyra com o prof. Coli, em nossa despedida na frente do Bistrot Vivienne. (também uma sugestão delicadamente pensada de nosso professor).

Onde comer em Paris

Amigos queridos (Cyra e prof. Coli) na frente do Bistrot Vivienne

Informações:

  • Localização: 4 rue des Petits Champs 75002 Paris (próximo á linha 3 – estação Bourse). Galeria Vivienne.
  • Funcionamento: aberto todos os dias das 8hs até á uma hora da madrugada. O restaurante (almoço e jantar) a partir das 12hs-23hs.
  • Todo o cardápio, assim como também sua carta de vinhos, podem ser consultados online, no próprio site oficial do Bistrot. Seu menu é acessível a todos os tipos de bolso, (ótima relação custo/beneficio).
  • Uma de suas especialidades é a recepção de grupos (é necessário fazer uma reserva). O menu groupe que engloba – entrada, prato principal, sobremesa e vinho custa no máximo 54 euros.

6) Étsi: Restaurante e Bar

onde-comer-em-Paris-etsiO Étsi foi uma das surpresas, pois tem uma ótima relação custo/benefício para os restaurantes em Paris.

O Étsi é um restaurante/bar inspirado tanto o cardápio quanto na decoração pela atmosfera descontraída dos gregos. Uma evidente relação com as origens da chef Mikaela Liaroutsos

Esta é a história de uma jovem chef de origem grega, que voltou seu foco para a culinária de sua terra natal depois de ganhar experiência com alguns nomes franceses conhecidos (Michel Rostang, Cyril Lignac).

Segundo o Guia Michelin, o azul é a cor que impera na composição de um cenário atrativo e convidativo. Uma decoração simples e com grande estilo, evoca de formas sutis a bandeira da Grécia.

A grande sacada deste lugar, ela propõe mezze (em grego: Μεζές) que são surpreendentemente frescas e cheias de toques ousados. Seu pai, que ainda vive na Grécia, envia seus ingredientes que não podem ser encontrados em nenhum outro lugar!

Informações:

  • Localização – 23 rue Eugène-Carrière, 75018 Paris. Acesso através de 3 diferentes estações de metrô: Lamarck-Caulaincourt, Place de Clichy, ou Abesses
  • Horários de funcionamento – de terças à sextas das 19hs30 até a meia-noite (ótimo happy hour em diante). Aos sábados do 12hs à 14hs30 e depois das 19hs até a meia-noite. Domingos das 12hs até às 15hs (ideal para almoços em família)
  • No cardápio a refeição pode variar entre 28 euros á 40 euros. Experimente l’ardoise. O menu completo pode ser consultado no site oficial.
  • Possui serviço de refeição no terraço

7) Bateaux Parisiens: Restaurante em Paris Navegando sobre o Rio Sena

restaurantes-em-paris-barco

Fonte: https://www.getyourguide.com.br/paris-l16/bateaux-parisiens-cruzeiro-de-25-horas-com-jantar-t51059/?partner_id=MAHDKKM

Se o seu sonho é vivenciar uma refeição unindo o glamour de passear ao longo do rio Sena, o Bateaux Parisiens, é a melhor opção relação custo/beneficio

Sempre cogitei que um almoço ou mesmo um jantar em um barco em Paris fosse o valor de uma refeição em um restaurante 3 estrelas Michelin, mas quando vi a propaganda do Bateaux Parisiens me chamou a atenção, vi que não era tão impossível, com refeições completas a partir de 65 euros (almoço).

No barco experimente o sabor da cozinha francesa tradicional, fina e elegante, preparada diariamente a bordo à base de produtos frescos e sazonais. Uma cozinha que privilegia o gosto, a simplicidade e o respeito pelos sabores originais dos ingredientes.

Informações:

  • O cruzeiro serve almoços e jantares. Os serviços são estipulados em horários específicos 12hs45 (almoço). Jantares às 18hs15, 20hs30 e 21hs;
  • A experiência inclui refeição (entrada+prato principal+sobremesa), bebidas e vinhos, serviço de garçom e animação musical
  • O tempo estimado do almoço é de 2 horas. Enquanto os jantares possui uma variação de itinerários. Os horários das 18hs15 e 21hs possui um trajeto mais curto, de apenas 1hs15 (e não incluem atração musical). Por último o horário das 20hs30 possui a duração mais longa de 2hs30 (é o mesmo trajeto do almoço, mas ocorre com uma velocidade ainda mais sutil)

 >> Reserve Aqui o seu Jantar no Bateaux Parisiens >>

8) Les Deux Moulins: Café em Paris

Onde comer em ParisPara qualquer turista o café Les Deux Moulins, é uma parada obrigatória, nem tanto pela suas opções de menu, mas muito mais para garantir uma foto dentro do café inspirado no filme francês, O Fabuloso destino de Amélie Poulain (2001), o qual assim como no filme, também se localiza no bairro de Montmartre.

O apelo turístico deste café é tão forte que até mesmo seu site oficial possui tradução para o português (Portugal), algo incomum entre a maioria das sugestões reunidas nesta lista.

A primeira vez que me deparei com o Les Deux Moulins fiquei encantada, não imaginava que subindo a rua onde fica a casa de shows do Moulin Rouge eu me depararia com o restaurante temático do filme. Precisamente no 15 rue Lepic 75018 Paris (linha 2 – estação Blanche).

Na minha primeira visita á cidade, só pude fazer o que qualquer turista normalmente faz, é registrar o momento com fotografias da fachada e de seu interior, pois como estávamos em 5 pessoas, a espera para uma mesa em cima da hora não valeria a pena.

Restaurante em Paris: Le 2 Moulins

Eu no café Les Deux Moulins (perdão pela falta de foco)

O mais importante do café Les Deux Moulin é a atmosfera que o lugar pode nos proporcionar. Você se sente mergulhado dentro do filme, cheio de fotografias de Audrey Tautou na pele da personagem principal, Amélie Poulain, seja no cardápio ou mesmo na decoração dos banheiros, com artigos do mobiliário retirado do próprio filme. Destaque: para o abajur que fica no quarto de Amélie, o porco que se veste como gente e segura o suporte do da lâmpada.

Na segunda vez em que estive em Paris, eu sabia que não deveria deixar de passar a experiência de provar o cardápio deste café. E foi exatamente o que fiz.

Recordo que, além da taça de vinho branco, eu pude provar um crème brûlée, uma das sobremesas favoritas da personagem principal. Apenas isso de consumação ficou 17 euros. Todo o cardápio está a disposição online no site oficial.

Graças a essa economia de espaço acabei conhecendo um casal parisiense, Katrine e Jean, eles foram muito educados ao conversar comigo. Eles me explicaram que para pedir a conta eu deveria falar: “l’addition s’il vous plait”. Katrine elogiou minha pronuncia e Jean me contou que era ator de filmes, porém ele disse que dificilmente eu conheceria algum trabalho dele. O mais curioso é que seu rosto me parece familiar. Se você reconhecer o Jean de algum filme, por favor, escreva nos comentários.

Katrine e Jean no Les 2 Moulins

Por último, o funcionamento do café Les Deux Moulins, está aberto todos os dias das 7hs30 – 2hs (da manhã). Aos sábados e domingos abre meia hora mais tarde

9) Restaurantes em Paris: FRENCHIE TO GO (Fast-Food Gourmet)

restaurantes-em-paris-togo

O FRENCHIE TO GO me chamou à atenção neste estabelecimento é a transformação do fast-food em um produto gourmet. O Frenchie TO GO é uma ramificação do restaurante comandado pelo chef Gregory Marchand, o “FRENCHIE” (parceria com o famoso chef da TV inglesa, Jamie Oliver).

O FRENCHIE TO GO cria sanduiches e hot dogs com produtos selecionados, por exemplo a carne é originária de produtos Tim Wilson, importados de Yorkshire, seu carro chefe é o “Ginger Pig” (porco com gengibre). Os seus queijos são importados do Neal’s Yard. Enquanto que, os peixes e legumes são advindos de pequenos produtores.

Localização: 9, rue du Nil, 75002 Paris (metrô 3 – estação Sentier). Fica somente há 1,3km do Louvre, uma caminhada de aproximadamente 16 minutos.

Funcionamento: aberto os 7 dias da semana. De segunda à sexta das 8hs30 até 16hs30 e aos sábados e domingos das 9hs30 até às 17hs30.

Todo o cardápio está disponível online, e os preços agradam a qualquer bolso. Além do lunch menu, é disponível a seus clientes durante o dia todo cafés, muffins e uma pequena variedade pâtisseries. Se colocarmos em linhas gerais é uma lanchonete gourmet/coffee shop.

10) Bistrot Parisien: aos Pés da Torre Eiffel

restaurantes-em-paris-parisienO Bistrot Parisien é a melhor opção em questão de unir custo/beneficio se seu desejo é ter a experiência de uma refeição em um restaurante em Paris aos pés da Torre Eiffel. O lugar pertence a mesma empresa que fornece serviços de cruzeiros com refeições ao longo do Sena, o Bateaux Parisiens.

O Bistro Parisien dá-lhe as boas-vindas, a qualquer hora do dia, para momentos especiais. Descubra este restaurante contemporâneo, totalmente de vidro, com uma vista única sobre a Torre Eiffel e o Sena. O nosso Chef propõe uma cozinha autêntica e sazonal.

Na esplanada, sob a clarabóia de vidro ou à beira da água, faça uma pausa no Bistro Parisien.

Informações:

  • Localização: Ao pé da Torre Eiffel – Port de la Bourdonnais – 75007 Paris;
  • Horários: Aberto todos os dias do ano, entre as 11:00 e as 22:30;
  • O valor das refeições (entrada+prato principal+sobremesa) a partir de 18 euros e 15 euros crianças (almoço);
  • O brunch que ocorre das 11hs até as 15hs tem um funcionamento a parte, neste caso, estão inclusos no valor de 36 euros o Buffet e as bebidas. Se você preferir a opção de brunch com champanhe o valor sobe para 57 euros;

Bônus: Duas dicas clássicas de restaurantes em Paris:

Restaurant du Palais Royal (1 estrela Michelin e média de valor entre 55 euros à 160 euros) e ao charmoso Le Grand Véfour (2 estrelas Michelin e média de valor entre 115 euros até 320 euros), essa segunda sugestão bônus também é utilizada de cenário no filme Meia-Noite em Paris

A seleção foi feita com imenso carinho, espero que você tenha apreciado as sugestões. Por hora me despeço com: Au revoir mon ami”.

Marcela Regina

Simplesmente eu AMO viajar! Sou Mestre em Artes Visuais e graduada em História com ênfase em História da Arte, ambos pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Sou um tipico rato de biblioteca, estar entre livros é meu habitat natural. Amo conhecimento e estudar a respeito de diferentes culturas, por isso já estudei diversos idiomas: inglês (fluente - autodidata), francês, italiano e alemão. Atualmente faço curso de japonês.

Related Articles